segunda-feira, 22 de janeiro de 2007

A mulher azul e o homem cabeça de fósforo.

Photo Credit: Osvaldo Barreto


Não que tivesse ascendência nobre. Mas tinha o sangue azul.
É que era movida pelo céu. Desde muito pequena.
Sim, todos somos de certa forma. A noite. O dia. O céu ali. Marcando períodos. Situando os homens. Pobres seres perdidos.
Mas ela tinha o sangue azul. É que comia céu. Desde muito gulosa.
**
“Cabeça quente”. Foi o que sempre escutou.
Mas cabeça fria somente tem os corpos sem vida.
Ou outros animais.
“Cabeça de fósforo”. Ocasionalmente escutou.
Mas havia nela também uma latência. Seu estado normal não era um pequeno incêndio.
Ou era?
Mas foi ao ver a mulher, que não sabia ainda ter o sangue azul, que sentiu sua cabeça em brasas vermelhas.

**
Dizem que duas cores são complementares quando sua junção é o cinza.

**

Combustão espontânea

Vitória Maria

Vitória Maria me encantou desde a primeira vez que a li, seu domínio
narrativo e seu tom
reflexivo ( além de um lirismo latente ) me fascinaram. o texto se
chamava A árvore do desejo,
e `a época, estava na sala de edição do overmundo. lembro que a elogiei
num comentário,
bastante satisfeito com o que tinha lido. agora ela vem fazer uma
participação no veneza, o que
nos dá muita honra e nos preenche o ego de vaidade. aquisição recente
no
mundo das letras overmundianas, essa paraibana, porreta, veio para
ficar, não só entre os
overmanos e overminas, mas também no coração de todos aqueles que
visitam o veneza dos
brasileiros.

Marcos André Carvalho Lins
Imagem de Osvaldo Barreto


OUTRAS POSTAGENS:

-Céu
-Praia à Noite
-Luz e Flor
-Jardim Fragoso sem Jardim
-Chove ou não chove
-Mergulho
-Lua no telhado
-Viva o coletivo no over-bar
-Irmãs Gêmeas
-Cores da Manhã
-O Guerreiro
-Amar por Inteiro
-Preço do Brilho
-Litoral
-Fé
-O Sol virá
-Anjos Amarelos
-Torres Gêmeas
-Erosão
-O Dono do Lugar
-Razão D’Alma
-Fadiga
-Luz
-O Amor Floresce num coração de Concreto
-Fênix

2 comentários:

Vitória Maria Barbosa disse...

*** isto significa um suspiro.
Suspiro que aumenta o sorriso que aumenta a satisfação de quem vive os efeitos de um bom encontro. Bom encontro é aquele que aumenta nossa potência, potência de vida, como diria Espinosa. E o que seria da vida sem esses bons encontros? sinto-me assim, aumentada em minha potência de vida.Osvaldo e Marcos André formam uma dessas composições.E eu vivo a honra de sentir o acolhimento. Dentro de mim algumas palavras pulsam agora vivas, Como confetes de estrelas, me iluminando: delicadeza, beleza, poesia, abraço, sorriso, nobreza.
Muito feliz Marcos, muito feliz Osvaldo!!! obrigada mesmo!!
abraços máximos

Osvaldo Barreto disse...

Posso dizer de coração, que o seu comentário me deixou realizado. Eu estou feliz em poder compartilha esse momento espetacular. É uma honra tremenda ter uma artista tão admirável, sensível, como Maria Vitória Barbosa na nossa humilde casa. Eu só tenho que agradecer pela sua generosidade e atenção.

O Veneza agradece a essa paraibana maravilha.

Obrigado!!!