sexta-feira, 23 de março de 2007

Cosmo


Ah , os olhos. São capazes de desvendar uma vida...
Ah , as estrelas, carecem apenas de uma íris...para
Enxergarem a si mesmas.
E sorrirem...

Texto de Marcos André Carvalho Lins
ANTERIORES:

-Céu
-Praia à Noite
-Luz e Flor
-Jardim Fragoso sem Jardim
-Chove ou não chove
-Mergulho
-Lua no telhado
-Viva o coletivo no over-bar
-Irmãs Gêmeas
-Cores da Manhã
-O Guerreiro
-Amar por Inteiro
-A mulher Azul e o Homem Cabeça de Fósforo
-Preço do Brilho
-Litoral
-Fé
-O Sol virá
-Anjos Amarelos
-Torres Gêmeas
-Erosão
-O Dono do Lugar
-Razão D’Alma
-Fadiga
-Luz
-O Amor Floresce num coração de Concreto
-Fênix

Galeria de Imagens

Galeria de Imagens:

FogoOlhos AmarelosA rosa vermelhaAmarelaOlhos naturaisEstrela AmarelaDançando com o ventoZoo Dois Irmãos

2 comentários:

jjLeandro disse...

Muito bela poesia.
E belíssimo achado: "Ah , as estrelas, carecem apenas de uma íris...para
Enxergarem a si mesmas.
E sorrirem..."

Isso é que faz a bela poesia e o grande poeta.

abcs

Marcos André Carvalho Lins disse...

valeu o comentário, leandro.
muitísssimo obrigado!!!
abração,